Receita de Puchero gaúcho tradicional

Receita de Puchero gaúcho tradicional

Por favor, avalie isto

Puchero gaúcho tradicional, aprenda como fazer essa receita tradicional, simples e fácil de dar agua na boca, você vai curtir essa receita.

Receita de Puchero gaúcho tradicional

Puchero gaúcho tradicional

Curti Receitas
Receita de Puchero gaúcho tradicional, aprenda como fazer essa receita tradicional, simples e fácil de dar agua na boca, você vai curtir essa receita.
Tempo De Preparação 30 minutos
Tempo Do Cozinheiro 1 rh
Curso Salgados
Cozinha Brasileira
Porções 4 pessoas
Calorias 385 kcal

Ingredientes
  

  • 1 Kg de costela bovina do peito com osso
  • 4 unidades de aipim em pedaços
  • 4 unidades de folhas de couve
  • 4 unidades de folhas de repolho branco
  • 1 unidades de batata branca média
  • 1 unidades de cebola picada
  • 1 unidades de alho poró picado
  • 1 unidades de talo de salsão picado
  • 1 unidades de batata doce
  • 1 unidades de cenoura média
  • 1 unidades de espiga de milho
  • 4 unidades de dentes de alho
  • 4 colheres de sopa de azeite de oliva
  • sal a gosto
  • pimenta preta a gosto
  • 10 unidades de vagens
  • 3 unidades de fatias de abobora cabotiá

Instruções
 

  • Pré-aqueça uma panela com o azeite e comece preparando todos os ingredientes do puchero:
  • Corte a carne em cubos médios;
  • Corte a cebola, o salsão, o alho poró e o alho finamente;
  • Corte o repolho e a couve em fatias largas;
  • Corte o milho em 4 partes;
  • Corte os demais vegetais em cubos médios.
  • Primeiramente doure os cubos de carne de todos os lados na panela com o azeite. Tempere com sal e pimenta a gosto.
  • Quando toda a carne estiver dourada, junte a cebola, salsão, alho poró e alho. Refogue bem até que tudo esteja corado.
  • Adicione o aipim e cubra com água. Ele demora mais para cozinhar que os outros vegetais, portanto é o primeiro que precisa entrar na panela. Deixe cozinhar até a carne e o aipim ficarem bem macios.
  • Dica: você pode escolher cozinhar na pressão para ganhar tempo e amaciar a carne mais rápido, ou cozinhar na panela normal por mais tempo, até que a carne amacie.
  • No puchero, a carne precisa estar bem macia e praticamente soltando do osso. Nesse estágio, o caldo já estará com muito sabor da carne! Um caldo rico em sabor faz toda a diferença no puchero.
  • É hora de adicionar os demais vegetais, deixando de lado apenas o repolho e a couve, que entrarão por último. Cozinhe por mais cerca de 10 minutos, ou até que os legumes estejam macios, e acerte o sal e a pimenta.
  • Quando todos os vegetais estiverem bem macios e o caldo bem grosso e encorpado, é hora de finalizar o puchero adicionando a couve e o repolho, que irão cozinhar apenas no “bafo”, ou seja, o próprio calor do caldo irá amaciar as folhas. Assim, junte as folhas, desligue o fogo e misture todos os legumes.
  • Sirva este delicioso puchero gaúcho ainda quente e, se desejar, finalize com ervas frescas. E lembre-se: o puchero não é uma sopa, mas ele precisa ter um pouco de caldo, grosso e encorpado! Ele é um prato rico, substancioso e muito nutritivo, podendo ser apreciado como prato único.
Palavras-chave carnes, gaúcho, puchero, receita, salgado, tradicional
5/5 (7)

Deixe uma Pergunta ou Comentário